Esporte na Tela

Surfistas brasileiro buscam o podium no ISA Games

O quarteto olímpico Gabriel Medina, Italo Ferreira, Tatiana Weston-Webb, Silvana Lima disputam competição com possíveis adversários em Tóquio 2022
Foto: Pablo Jimenez / ISA La Bocana, um dos palcos das disputas em El Tunco
La Bocana, um dos palcos das disputas em El Tunco

Apesar dos atletas brasileiros estarem garantidos nos jogos olímpicos em Tóquio 2022, os surfistas vão participar da competição, já é obrigatória para o surfistas que vão participar da estreia do surfe no principal internacional.

O ISA Games conta com a participação de mais de 250 surfista, de 52 países diferentes, e ainda definirá os 12 últimos convocados para participar das Olimpíadas no próximo ano. Além do quarteto brasileiro, ainda contaremos com o reforço de mais dois atletas: Filipe Toledo e da novata Júlia Santos que reforçam a delegação brasileira no torneio.

A competição acontece em El Salvador, e apesar do Brasil não ter mais possibilidade de conquistar mais vagas para os Jogos Olimípicos, a competição vai servir com mais um ‘treinamento de luxo’, para os quatro convocados para representar a Seleção Brasileira, já que os atletas vão poder ver de perto como será o nível da competição no próximo ano.

Vivendo uma grande fase na Liga Mundial de Surfe (WSL), com as duas vitórias de Medina e os títulos de Italo, Filipe e Tati na Austrália, o Brasil chega para a competição como favorito a mais um triunfo na competição por equipes.

Silvana Lima também vem como uma esperança de podium após o vice-campeonato feminino na última edição do ISA Games. A jovem Julia Santos é a novidade na delegação Brasileira. A atleta é atual Campeã Brasileira na Categoria.

A competição esse ano acontecerá em duas localidades bem próximas na cidade de El Tunco: as longas direitas de El Sunzal e La Bocana. A janela de disputa da competição vai até o dia 6 de junho.