Esporte na Tela

"Há vida além da ginástica" afirma Simone Biles após desistência nas Olímpiadas

A grande estrela dos Estados Unidos, na ginástica, desistiu da final por equipes após errar um salto
Foto: Laurence Griffiths / Equipa Simone Biles, ginasta da Seleção Norte-Americana
Simone Biles, ginasta da Seleção Norte-Americana

A ginasta norte-americana Simone Biles desistiu de competir na final da categoria por equipes, nesta terça-feira, após a atleta errar um salto. A atleta subiu no podium com a equipe norte-americana, na segunda colocação, do por equipes após receber uma nota bem abaixo do padrão, por sua aterrissagem.

Eu senti que seria melhor que eu me afastasse... Eu não queria arriscar uma medalha do time, porque elas trabalharam duro demais para eu estragar tudo – destacou a ginasta ao receber a prata com a seleção.

Após a desistência da atleta ser confirmada, alguns veículos de imprensa especularam que havia sido por conta de uma possível lesão. A ginasta de 24 anos negou uma lesão e afirma que a decisão foi motivada por questões mentais.

Preciso me concentrar no meu bem-estar, há vida além da ginástica. Infelizmente aconteceu nesse palco. Esses Jogos Olímpicos têm sido muito estressantes... Uma longa semana, um longo ciclo olímpico e um longo ano. Eu acho que estamos todos muito estressados. Nós deveríamos estar nos divertindo e esse não é o caso – declarou Simone.

Apesar da ginasta participar da disputa de apenas um aparelho, a equipe Estado Unidense conquistou a medalha de prata na disputa por equipes, perdendo para as Russas que levaram o ouro. Apesar da desistência da disputa por equipes, Simone Biles ainda está confirmada na disputa do individual, que deve ser realizada na próxima quinta-feira.

Simone também está classificada para todas as finais de aparelhos nesta edição. A disputa das barras assimétricas e do salto acontecem no dia 1 de agosto, solo no dia 3 de agosto e a trave no dia 4 de agosto.