Esporte na Tela

COB orienta atletas brasileiros a evitarem muita exposição em redes sociais

Por meio de nota o Comitê Olímpico Brasileiro pontuou que: "É fácil ser absorvido pelas redes sociais, um ambiente ainda mais intenso de opiniões e fértil para discussões".
Foto: Yuichi Yamazaki/COI Jogos Olímpicos de Tóquio
Jogos Olímpicos de Tóquio

O Comitê Olímpico Brasileiro, por meio de nota divulgada na noite desta quarta-feira, orientou os atletas da delegação brasileira a priorizar o rendimento durante as olímpiadas. A decisão veio após algumas polemicas envolvendo membros do grupo brasileiro em redes sociais.

"O COB recomenda fortemente que durante seu período competitivo em Tóquio, atletas e oficiais concentrem-se prioritariamente em sua performance e no contato com seus amigos e familiares através de canais diretos, evitando distrações que podem tirá-los do foco principal"

Um dos casos que pode ter motivado foi a polemica envolvendo a goleira da Seleção Brasileira, Bárbara, e a paratleta Andrea Pontes, que discutiram nesta quarta-feira. Em um pronunciamento na noite desta quarta, o comitê olímpico brasileiro defendeu as atletas da delegação, e destacou que: "O Comitê Olímpico do Brasil acredita que o período dos Jogos Olímpicos seja um período de muita emoção e extrema sensibilidade. Os ânimos ficam exaltados e é fácil ser absorvido pelas redes sociais, um ambiente ainda mais intenso de opiniões e fértil para discussões".

Atletas como as skatistas Letícia Bufoni e Rayssa Leal e o ponteiro da seleção masculina de vôlei Douglas Souza tão destaques da delegação pela grande quantidade de seguidores em redes sociais. Os atletas rotineiramente publicam seu dia a dia, o que deve ser evitado após a nota do COB. Confira na integra o comunicado emitido pelo Comitê Olímpico Brasileiro:

"O Comitê Olímpico do Brasil acredita que o período dos Jogos Olímpicos seja um período de muita emoção e extrema sensibilidade. Os ânimos ficam exaltados e é fácil ser absorvido pelas redes sociais, um ambiente ainda mais intenso de opiniões e fértil para discussões".

Assim, o COB recomenda fortemente que durante seu período competitivo em Tóquio, atletas e oficiais concentrem-se prioritariamente em sua performance e no contato com seus amigos e familiares através de canais diretos, evitando distrações que podem tirá-los do foco principal.

Ressaltamos ainda que o COB orienta todos os integrantes da delegação brasileira a atentarem e seguirem as diretrizes para uso de redes sociais do Comitê Olímpico Internacional".