Esporte na Tela

Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí suspende ex-técnico do Tiradentes-PI

O treinador Paulo Junior foi punido com 360 dias afastado dos gramados piauienses, além do pagamento de R$ 2 mil
Foto: Fábio Lima ex-Treinador do Tiradentes-PI
ex-Treinador do Tiradentes-PI

O treinador Paulo Junior foi expulso de campo no confronto entre Picos e Tiradentes-PI, válida pelo Campeonato Piauiense 2021. Na súmula, o árbitro da partida, Ideilon Helton Alves Lima, relatou que o treinador estava incitando a violência após pedir aos atletas do tigre darem “porrada e pontapé” nos adversários.

O treinador ainda teria, de acordo com a súmula, tentado agredir o assistente em campo, mas foi impedido pela polícia que cuidava da segurança no estádio. Naquela altura do campeonato, o Tiradentes ainda estava na zona de rebaixamento do campeonato piauiense com 9 pontos.

A expulsão do treinador aconteceu no final da partida, nos acréscimos do segundo tempo. O treinador se defendeu afirmando que não incitou a violência em campo, mas a situação foi para o Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI). Nessa quinta-feira, o orgão responsável divulgou o resultado do processo 021/2021 sobre fatos ocorridos no Campeonato Piauiense.

Foto: Reprodução/TJD-PIPaulo Júnior, do Tiradentes-PI, e José Batista de Sousa, do Picos são condenados pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí
Paulo Júnior, do Tiradentes-PI, e José Batista de Sousa, do Picos são condenados pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí

O TJD-PI condenou o treinador Paulo Junior ex-Tiradentes-PI com 360 dias de suspensão e pagamento de multa de R$ 2 mil. A decisão foi baseada no Art. 243-d. da Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por "incitação ao ódio e violência no campo de jogo".

No documento, José Batista de Sousa, auxiliar técnico do Picos, também foi condenado e deve cumprir suspensão por quatro partidas e pagar uma multa de R$ 500.