Esporte na Tela

“Sempre deixaram as portas abertas para mim” afirma goleiro do Náutico

Anderson, após um período no Athlético-PR, retorna ao Timbu para disputar a segunda divisão nacional
Foto: Caio Falcão / Acervo Náutico Anderson, goleiro do Náutico
Anderson, goleiro do Náutico

Anderson fez a sua reestreia no Náutico com o pé direito. O goleiro foi decisivo na vitória por 2 a 1, contra o Operário-PR, na última rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Com uma incerteza em baixo das traves durante as últimas semanas, Alex Alves e Jefferson se revezaram na posição.

Com a chegada de Anderson, o goleiro rapidamente se tornou a opção principal do técnico Hélio dos Anjos. O goleiro ressaltou a felicidade em voltar a defender o Alvirrubro, e destacou o carinho que tem pela torcida.

- Foi um processo longo. Desde o começo do ano sempre estive conversando com Diógenes (Braga) e Ari (Barros), que sempre deixaram as portas abertas para mim. Mas nunca dependeu só do Náutico ou de mim. Era um conjunto de fatores e só foi possível agora. Estou feliz com o retorno e com a vontade que o Náutico tinha de contar comigo. A torcida também que desde o começo mostrou um carinho grande para que eu voltasse e conseguimos realizar – Destacou o goleiro.

O contrato inicial do goleiro vai apenas até o fim do Campeonato Brasileiro Série B, mas já existem conversas para a assinatura de um pré-acordo para a permanência do atleta até o fim da próxima temporada. O jogador faz mistério sobre a permanência, mas deixou claro que a negociação não depende apenas dele.

- Assim como disse ano passado, tem de esperar sempre o fim do campeonato. Não posso falar que pretendo ficar e no final do ano não dar certo. Porque a gente não tem o controle e não depende apenas de mim. Vamos esperar o fim do campeonato para conversar e ver como as coisas vão se encaminhar – disse.

Na próxima rodada o Náutico vai receber o Goiás, nesta terça (5). A partida será realizada às 21h30, e marca o retorno do público no Estádio dos Aflitos.