Esporte na Tela

Sem informações, Pré-Série B Maranhense acumulou desistencias

Os clubes que iriam brigar por uma vaga na segunda divisão estadual acabaram se desestimulando por conta de complicações vindas da Federação Maranhense de Futebol
Foto: Reprodução/FMF Timon-MA chegou até a Série B estadual
Timon-MA chegou até a Série B estadual

A falta de organização da Federação Maranhense de Futebol (FMF) com a realização da fase preliminar da segunda divisão estadual deixou um gosto amargo em alguns clubes. A competição contou com equipes que desistiram de participar da etapa classificatória por conta das dificuldades que a federação encontrou para encontrar datas e o formato do torneio.

- O descaso da FMF - Federação Maranhense de Futebol com os clubes e empresas que querem ajudar o desenvolvimento do Futebol do Estado, mas infelizmente sem um calendário correto para que todos dentro de um possível consigam se organizar para disputas de competições. - Destaca Serginho Maxxi, gestor do projeto Sabiá FC/TH3

O Sabiá FC, uma das equipes que iria disputar a fase classificatória, foi um dos times que abdicou da vaga na competição. O Esporte na Tela conversou com o gestor do projeto do clube, Serginho Maxxi que explicou a situação em que o clube se encontra e os motivos de sua desistência, tanto no profissional Série B, como na categoria Sub-19.

Em sua declaração, o gestor do projeto destacou que entende as dificuldades que a federação encontrou durante o período de pandemia, mas se demonstra bastante insatisfeito com a saldo negativo que o clube saiu nesta temporada. Em uma espécie de ‘carta aberta’ o gestor reafirmou que na próxima temporada o Sabiá FC chega bem mais forte e preparado que esta temporada.

Foto: Th3 Group AssessoriaSerginho Maxxi, CEO da Th3 Assessoria
Serginho Maxxi, CEO da Th3 Assessoria

CONFIRA O POSICIONAMENTO DO GESTOR NA ÍNTEGRA:

De início digo que nada para no CT Sabiá, ao contrário vamos estar mais fortes ainda em 2022, pois hoje temos uma ótima estrutura para realizar os projetos de uma forma geral, já temos atletas que desembarcaram em Barcelona - Espanha para estágios em clubes locais e com ida ainda de atletas para Macau-China e outros locais, no projeto de intercâmbio que hoje atuamos.

Sabemos claro que devido a pandemia ficou muito difícil para todos montar um cronograma de competições pois as coisas mudam a todo momento, onde também a falta de apoio de patrocinadores e demais, pois sabemos que todos passam por dificuldades, mas no nosso ver pelo menos a federação deveria dentro de um possível criar uma situação onde ajudasse a todos os clubes sejam da capital ou o interior.

Um exemplo é o nosso onde saímos por demais prejudicados, assumimos o clube Sabiá FC em Junho de 2021, reformamos toda a estrutura do CT para receber atletas dignamente e com as informação da instituição que se iniciaria no final de Julho 2021, estávamos com quase 30 atletas instalados Brasileiros e até Estrangeiros em nosso alojamento, onde muitos deles tinham compromissos ainda este no de viagens para fora do Brasil assim como ida para outros clubes e afins, hoje estamos em 26 de Setembro de 2021 e não temos nem a ideia de quando irá começar a fase o interior, ou seja, tudo que planejamos foi por agua a baixo, pois muitos atletas já foram embora e também os custos operacionais de tudo isto causou um desfalque financeiro na empresa onde tivemos de desistir das competições.

Foto: Th3 Group AssessoriaFernando, Diretor da BCN Intercâmbio, parceiro da TH3
Fernando, Diretor da BCN Intercâmbio, parceiro da TH3

Não estou a criticar a Federação de forma generalizada pois sabemos do momento ainda que o mundo atravessa, mas acredito que dentro de um bom senso poderiam dar uma atenção maior aos clubes com algum incentivo real e também até com satisfações pelos meios de comunicação existentes pois todos ficam perdidos.

Falando por mim e minha empresa tínhamos projetos com 2 clubes o Sabiá e o São José onde tivemos que recuar nos 2 nas categorias sub19 e no Sabiá FC até no profissional pois sem um calendário exato não temos como trabalhar, pagamos todas as taxas de inscrições, CBF e demais e nada se iniciou nas datas corretas.

Mais uma vez deixo claro aqui que nosso intuito e de muitos empresários que atuam no futebol do Maranhão é de ajudar e colocar cada vez mais o Estado no cenário nacional da modalidade, e trazendo oportunidade para todos, mas isso só se é possível com uma gestão de portas abertas e claras e esclarecendo a todos as dificuldades e assim dando a oportunidade de todos se unirem e se ajudarem.

Empresas e Investidores querem investir no futebol maranhense pois é um grande celeiro de atletas da modalidade, mas que todos se unam e realizem um trabalho aberto e franco, procurando ajudar os clubes e ligas do Estado e assim dando a oportunidade para todos em realizar um trabalho digno e de responsabilidade.

Serginho Maxxi - Th3 Assessoria