Esporte na Tela

Sede do Parnahyba é invadida nesta quarta-feira

O Tubarão foi invadido e teve papeis queimados no CT Petrônio Portela
Foto: Naã Furtado Documentos da sala da presidência foram queimados durante a ação
Documentos da sala da presidência foram queimados durante a ação

Na madrugada desta quarta-feira a sede do Tubarão foi invadida e vandalizada. Os invasores, ainda não identificados, quebraram parte da estrutura do CT Petrônio Portela e furtaram alguns equipamentos do clube. Um bicicleta motorizada que estava na Sede foi furtada, mas foi recuperada horas depois.

Um boletim de ocorrência foi registado no 1º Distrito Policial, e está investigando a invasão. De acordo com informações divulgadas pelo portal GE, o vigia do Centro de Treinamento, Júlio Rezende, foi surpreendido no inicio da manhã com os vidros do local quebrados e com parte dos produtos da loja oficial do clube furtados.

A bicicleta motorizada do vigilante foi furtada, mas os investigadores conseguiram recuperar algumas horas depois. Além dos itens da loja do clube, os invasores também tiveram acesso à sala da presidência do clube e queimaram alguns documentos oficiais.

O departamento jurídico do Tubarão declarou que apesar dos documentos perdidos, nenhum deles era de alto valor. O Parnahyba também declarou que está colaborando com todas as investigações.

“Todas as prestações de conta e documentos importantes do clube estão guardadas em arquivos digitais e não estavam na sede do clube. Foi um furto qualificado no CT, que não tem vigia, e eles aproveitaram isso para invadir” afirmou o advogado Miguel Bezerra.