Esporte na Tela

Protocolo para a abertura dos estádios para público é divulgado

O regulamento com as medidas protetivas foi elaborado pela Comissão Médica Especial e a Diretoria de Competições da CBF
Foto: Twitter Mineirão Estádio Mineirão não vem recebendo público desde março de 2020, quando começou a pandemia
Estádio Mineirão não vem recebendo público desde março de 2020, quando começou a pandemia

A CBF divulgou nesta terça-feira o Protocolo de Recomendações Para Retorno do Público aos Estádios (conferir o arquivo na íntegra aqui). O protocolo foi desenvolvido em conjunto pela Comissão Médica Especial e pela Diretoria de Competições (DCO) da entidade, apresentando medidas protetivas para a presença segura de torcida nos estádios, tendo em vista o cenário de pandemia e a busca pelo equilíbrio dos campeonatos, conforme previsto no Art. 1 do Regulamento Geral das Competições 2021.

O protocolo ainda está sujeito à aprovação do conselho técnico do Campeonatos Brasileiro 2021 (Séries A, B E C). A decisão sobre a aplicação nas demais competições será́ da DCO/CBF.

“O protocolo é o resultado do trabalho de uma equipe multidisciplinar, que pensa em todos os fatores que cercam uma partida de futebol profissional. Ressaltamos que presença de público depende da anuência das autoridades sanitárias locais. Nosso parecer leva em consideração o contexto atual do Brasil em relação ao combate à Covid-19. A qualquer momento, em caso de agravamento das condições da pandemia, este poderá́ ser modificado ou interrompido, se assim decidido em conjunto pela CBF e pelos clubes envolvidos”, destacou o presidente da Comissão Nacional de Médicos do Futebol (CNMF) e líder da Comissão Medica Especial da CBF, Jorge Pagura.

O documento completo foi disponibilizado na íntegra pela CBF (pode conferir clicando aqui) no site oficial da entidade. Confira alguns pontos destacados:

- Será permitida apenas a presença da torcida do clube mandante a fim de se evitar deslocamentos de torcedores de outras localidades.

- Para a venda de ingressos e o acesso ao estádio, os clubes devem elaborar e apresentar planos operacionais atualizados, já́ considerando este protocolo.

- O protocolo considera a situação epidemiológica de cada localidade sede dos estádios onde serão realizadas as partidas, sempre em consonância com as autoridades sanitárias locais.

- Seguem em vigor as recomendações de distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos, além da exigência de realização de testes laboratoriais para a detecção da COVID-19 e de vacinação plena dos torcedores.

Taxa de normalidade

A taxa de normalidade COVID-19 é uma pontuação que pode ser usada como um critério para o momento ideal para o retorno do público nos estádios com segurança. Essa pontuação considera 6 (seis) parâmetros da pandemia no município:

1 – Taxa de Incidência (casos novos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias)

2 – Tendencia da taxa de casos novos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias

3 – Mortalidade por COVID-19 por 1.000.000 habitantes nos últimos 14 dias

4 – Tendencia da taxa de mortalidade por 1.000.000 habitantes nos últimos 14 dias

5 – Letalidade de COVID-19 (global)

6 – Percentual da população PLENAMENTE VACINADA contra SARS-CoV-2