Esporte na Tela

“Projeto da Nova Liga é irreversível”, afirma representante da Ponte Preta

Nesta terça-feira clubes da Série A e B se reuniram para organizara uma competição de forma independente
Foto: Lucas Figueiredo/CBF Taça do Brasileirão
Taça do Brasileirão

Nesta terça-feira os clubes da Série A e B se reuniram para dar seguimento com a organização de uma nova liga para o Campeonato Brasileiro. Todas as 40 equipes das duas divisões participaram da reunião realizada em São Paulo para analisar as três primeiras propostas para negociações futuras de direitos de transmissão e patrocínios.

Após a reunião, Décio Sirbone, diretor financeiro da Ponte Preta, afirmou que o projeto da criação da nova liga é "irreversível". O diretor ainda adiantou que a próxima reunião acontecerá em Brasília no fim de julho com o objetivo de apresentar a ideia à classe política.

“É uma situação irreversível. Criamos um grupo de trabalho agora, existe um escritório de advocacia já contratado também para fazer o trabalho envolvendo documentação e fizemos um organograma para que até o outubro o estatuto da liga esteja pronto” declarou Sirbone, em entrevista à Rádio Central, de Campinas, nesta terça.

Apesar da criação da nova liga, que pretende organizar o campeonato nacional a partir de 2022, o objeto é caminhar em conjunto com a CBF. A reunião visa um Campeonato Brasileiro mais atrativo tanto para as equipes, como para os investidores. Atualmente a organizadora da competição é a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).