Esporte na Tela

Internacional sofre a primeira goleada da série A do Campeonato Brasileiro

O colorado foi atropelado pelo Fortaleza por 5x1 frente nesse domingo pelo Campeonato Brasileiro
Foto: Ricardo Duarte/Inter Miguel Ramírez na corda bamba com a diretoria do Internacional
Miguel Ramírez na corda bamba com a diretoria do Internacional

Em partida válida pela segunda rodada do campeonato brasileiro, o Fortaleza recebeu o Internacional e marcou a maior goleada do Brasileirão nessa temporada. O fortaleza não tomou conhecimento do colorado e aplicou 5x1 no Castelão e deixou o treinador Miguel Ángel Ramírez em uma corda bamba com a diretoria do Internacional.

A partida foi marcada por uma série de erros da equipe de Porto Alegra, principalmente no sistema defensivo.

Logo aso 16 minutos, Lucas Crispim fez uma dívida com Caio Vidal e sofreu a falta. Na cobrança de falta, Crispim mandou uma bomba para o gol, o goleiro Marcelo Lomba fez uma bela defesa, mas o zagueiro Titi estava lá para abrir o placar, apesar de uma indecisão se a bola entrou o não, o VAR validou o gol. Ainda no primeiro tempo, aos 43 minutos, o zagueiro Pedro Henrique foi expulso por prática de jogada perigosa. No lance da falta, Lucas Crispim mais uma vez levantou na área e dessa fez o atacante Robson cabeceou e aumentou a vantagem para os donos da casa.

No segundo tempo o Fortaleza não deu tempo do Internacional se situar na partida e logo no primeiro minuto, Yago Pikachu apareceu na área fugindo da marcação e fez um golaço após a cobrança de um lateral. Aos 9 minutos o zagueiro Zé Gabriel protagonizou um lance esquisito, após Robson levantar a bola na área, o zagueiro cortou para dentro do próprio gol e fez o 3º para o Fortaleza contra.

O Colorado tentou uma reação somente aos 16 minutos com Praxedes que, venceu a marcação e conseguiu diminuir a diferença. O Tricolor de Aço não abriu mão do esquema ofensivo, e aos 40 minutos em uma bola alçada na área por Luiz Henrique, Wellington Paulista marcou o quinto gol de cabeça e fechou o baile contra o vice-campeão brasileiro da temporada passada.

Com a goleada, o Fortaleza está, momentaneamente, na liderança do Brasileirão. Já o Fortaleza está na 15ª colocação com apenas um ponto. Com a vergonha fora de casa, o treinador Miguel Ramírez teve seu estilo de jogo colocado em xeque pela diretoria colorada.

Foto: Ricardo Duarte/Divulgação InterJoão Patrício Herrmann, vice de futebol do Inter
João Patrício Herrmann, vice de futebol do Inter

Após a partida, o vice de futebol do Inter, João Patrício Herrmann, garante que o treinador vai se manter na posição, mas que mudanças no estilo de jogo vão acontecer.

"Estamos extremamente envergonhados pelo que aconteceu. É a maior vergonha que passei como dirigente. Quero pedir desculpas ao torcedor, associados. Envergonha diretoria, comissão, atletas. Miguel tem nosso respaldo. Trabalha diuturnamente para implantar o modelo. Trabalha com atletas e conosco em busca de soluções ao elenco. Em alguns momentos, tivemos dificuldades. Conseguimos reverter. Hoje foi um baque muito grande, mas o trabalho vai continuar" declarou o dirigente em entrevista coletiva após a partida.

O Fortaleza agora volta a campo para o Clássico-Rei pela Copa do Brasil na próxima quinta-feira, no Castelão, às 19h. Já o Internacional enfrenta o Bahia no Domingo, às 18:15, em Pituaçu