Esporte na Tela

Flamengo-PI foi excluído do Campeonato Piauiense Sub-17, após decisão judicial

A decisão foi tomada pela Federação de Futebol do Piauí por conta da decisão judicial contra o clube relacionado a dívidas trabalhistas
Foto: Divulgação/EC Flamengo Escudo do Flamengo-PI
Escudo do Flamengo-PI

O Flamengo-PI está oficialmente fora do Campeonato Piauiense Sub-17. A Federação de Futebol do Piauí (FFP) comunicou na última sexta-feira (24) a exclusão do clube do torneio. A entidade declarou que está apenas cumprindo a decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PI), que proibiu a equipe de participar de competições oficiais por conta de dívidas trabalhistas.

Com a decisão judicial, o Flamengo-PI está desligado oficialmente desta edição do campeonato estadual de base. De acordo com informações do portal GE, o presidente do Clube, Rubens Gomes, está tentando reverter a situação contra a equipe.

O Flamengo-PI que informações do TRT para saber se a punição deve afetar também as equipes de base, mas ainda não conseguiu um retorno da entidade. Como o estadual sub-17 já havia iniciado antes da decisão da justiça, a equipe precisou ser retirada da competição. A FFP já havia adiado a partida entre Flamengo-PI e River-PI suspensa por conta da decisão da justiça.

Foto: Fábio LimaRubens Gomes, presidente do Flamengo-PI
Rubens Gomes, presidente do Flamengo-PI

ENTENDA O CASO

Na última terça-feira (14) o Ministério Público do Trabalho no Piauí (MPT-PI) moveu uma ação contra o Flamengo-PI. O órgão impede o clube de disputar qualquer competição oficial até o pagamento dos direitos trabalhistas pendentes aos funcionários do clube.

O autor da ação, procurador do trabalho Edno Moura, definiu a proibição do clube de disputar competições oficiais como uma “medida extrema”, mas a decisão foi feita após o Flamengo-PI violar obrigações trabalhistas e se ausentar de comparecer aos tribunais.

Além do Rubro Negro Piauiense, a Federação de Futebol do Piauí também foi punida. A entidade foi multada, no valor de R$ 10 mil, por conta do descumprimento da decisão judicial.