Esporte na Tela

Clubes da série A decidem criar nova liga para organizar o Brasileirão

19 dos 20 clubes que fazem parte da série A assinaram o documento que será entregue a CBF
Foto: Reprodução/CBF) Troféu do Brasileirão
Troféu do Brasileirão

Após uma pressão dos clubes da primeira divisão do Campeonato Brasileiro, 19 dos 20 clubes que fazem parte da elite do futebol nacional assinaram um documento que concorda em fundar uma liga para organizar o Campeonato Brasileiro. O documento, foi entregue hoje a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apenas com a falta Sport Recife, que não assinou por estar temporariamente sem presidente oficial.

A ideia da criação ganhou mais força nas últimas semanas após a denúncia e afastamento de Rogério Caboclo da presidência da CBF. Os dirigentes do clubes brasileiros se reuniram na manhã dessa terça-feira, em um hotel na Barra da Tijuca, para acertar os últimos detalhes do documento.

Um dos objetivos de criar uma Liga para organizar o Brasileirão é que as equipes conquistem mais espaço e importância nas decisões que serão relacionados ao torneio. Além da criação da liga, a reunião com a CBF também tratará de outros assuntos de interesse dos times.

CONFIRA FOTOS DO DOCUMENTO:

Confira o trecho do Estatuto da CBF que fala sobre a criação de Ligas:

Art. 24 – É facultado à CBF, a seu exclusivo critério e nos termos do presente Estatuto, mediante decisão de sua Assembleia Geral Administrativa, admitir a vinculação de Ligas constituídas ou organizadas por entidades de prática desportiva, para fins de integração de suas competições ao calendário anual de eventos oficiais do futebol brasileiro e para seu reconhecimento ou credenciamento na estrutura ou organização desportiva de futebol, no âmbito regional, nacional ou internacional.

§ 1º – Para vinculação à CBF e para a integração de suas competições ao calendário anual oficial do futebol brasileiro, as Ligas deverão cumprir os requisitos exigidos pela CBF.

§ 2º - As Ligas, para terem sua vinculação admitida, devem submeter seus Estatutos à prévia aprovação da CBF a quem incumbe definir a competência, direitos e deveres das Ligas, em obediência ao disposto no Estatuto da FIFA.

§ 3º - As Ligas admitidas estarão obrigadas a respeitar o calendário anual do futebol brasileiro, além de subordinarem-se aos Estatutos, normas, regulamentos e decisões da FIFA, da CONMEBOL e da CBF.

§ 4º - As Ligas eventualmente criadas sem observância deste artigo não serão reconhecidas para todos e quaisquer efeitos jurídicos e desportivos como integrantes do sistema da FIFA, da CONMEBOL, da CBF e das Federações filiadas.