Esporte na Tela

UEFA veta o uso de iluminação em gesto contra a homofobia nos estádios

A entidade, e organizadora da Eurocopa, não aprovou, pois, visa manter uma posição neutra em questões políticas
Foto: Divulgação Allianz Arena iluminada com as cores do arco-íris
Allianz Arena iluminada com as cores do arco-íris

Após o parlamento húngaro aprovar uma lei restringindo direitos de informação dos jovens com relação à homossexualidade e transexualidade, a cidade de Munique apresentou a ideia de utilizar a iluminação de alguns estádios com as cores do arco-íris, cores do movimento LGBTQ+, para a partida Alemanha x Hungria, nesta quarta-feira, pela Eurocopa. A UEFA rejeitou a proposta.

O órgão, por meio de nota afirmou "De acordo com seus estatutos, a Uefa é uma organização politicamente e religiosamente neutra. Dado o contexto político, a Uefa rejeitou o pedido". A entidade europeia ainda destacou que entende a intenção do ato e também aceita a ideia do uso da iluminação, mas apenas em datas alternativas.“Dado o contexto político deste pedido (a decisão tomada pelo parlamento nacional húngaro), a UEFA deve recusá-lo”, explicou o presidente da organização, o esloveno Aleksander Ceferin.

"Pode ser em 28 de junho - o Christopher Street Liberation Day (dia do Orgulho) -, pode acontecer entre 3 e 9 de julho, que corresponde à semana do Christopher Street Day em Munique", destacou a Uefa em seu comunicado sobre o uso da iluminação.

Alguns clubes alemães não concordaram com a decisão da UEFA, e se posicionaram a favor do movimento em suas redes sociais. A equipe do Wolfsburg, por meio de seu perfil oficial, afirmou que na quarta-feira (23) o estádio do clube estará iluminado com as cores do arco-íris. Outro clube que também se manifestou a favor do movimento foi o Borussia Mönchengladbach, que alterou sua foto de perfil e afirmou que o clube representa a diversidade.

"O Borussia representa a diversidade, a tolerância e o direito de todos amarem quem quiserem!"

O jogador da seleção francesa, Antoine Griezmann, também se posicionou em suas redes sociais. O atacante do Barcelona postou uma foto antiga da Arena de Munique com a iluminação nas cores do arco-íris. A publicação do jogador foi divulgada poucos minutos decisão da Uefa ser anunciada.