Esporte na Tela

UEFA elimina o ‘gol fora de casa’ como critério de desempate

A decisão foi comunicada na manhã desta quinta-feira pela entidade
Foto: AFP Uefa anuncia fim do gol fora de casa como critério de desempate em competições da entidade
Uefa anuncia fim do gol fora de casa como critério de desempate em competições da entidade

A Uefa anunciou nesta quinta-feira que o ‘gol fora de casa’ não será mais usado como critério de desempate em competições organizadas pela entidade a partir da próxima temporada. A partir de agora, qualquer empate, sejam eles com o ou sem gols, a partida deve seguir para a prorrogação e se persistir o resultado, será definida nos pênaltis.

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, explicou sobre a decisão da entidade sobre o abolimento da regra: “A regra dos gols fora de casa tem sido uma parte intrínseca das competições da Uefa desde a sua introdução em 1965. No entanto, a questão da sua abolição foi debatida em várias reuniões da Uefa nos últimos anos. Embora não tenha havido unanimidade de pontos de vista, muitos treinadores, torcedores e outras partes interessadas do futebol questionaram sua justiça e expressaram sua preferência pela abolição da regra.”

COMO FUNCIONAVA A REGRA DO “GOL FORA DE CASA”

Em partidas de mata-mata, o gol fora de casa era usado para desempatar partidas que determinaria qual time avançaria para a próxima fase do torneio. Por exemplo: na partida de ida o time A e B empataram pelo placar de 1 a 1. Caso no jogo da volta, a equipe B jogando dentro de casa, os times ficarem no placar de 0 a 0, de acordo com a antiga regra, o time B avançaria para a próxima fase. Isso acontecia pelo time B ter uma campanha melhor fora de seus domínios.

Com as mudanças, caso esses placares aconteçam em uma partida, a disputa vai para a prorrogação no jogo de volta. De acordo com a entidade, a prorrogação seria com dois tempos de 15 minutos, e se o resultado persistir a disputa iria para os pênaltis.