Esporte na Tela

Times da Premier League vetam liberação de atletas para a Seleção Brasileira

A decisão dos clubes foi por conta do avanço da pandemia da Covid-19 no Brasil
Foto: Lucas Figueiredo / CBF Zagueiro Thiago Silva pela quartas de final da Copa América, contra o Paraguai
Zagueiro Thiago Silva pela quartas de final da Copa América, contra o Paraguai

Em uma decisão inédita, os clube que disputam a Premier League, de forma unânime, decidiram vetar a liberação dos atletas brasileiros que disputam as equipes para as Eliminatórias da Copa do Mundo. A decisão foi feita por conta da pandemia da Covid-19 e a liberação dos atletas atrapalhara diretamente o elenco convocado pelo técnico Tite.

"Os clubes decidiram, de forma relutante mas unânime, não liberar jogadores para as partidas internacionais disputadas em países da lista vermelha", afirma o comunicado divulgado pelas equipes da competição.

A "lista vermelha" citada no comunicado foi criada pelo governo do Reino Unido para especificar os países que estão com a situação do combate a pandemia de forma atrasada.  Atualmente, cerca de 60 países fazem parte desta lista e o Brasil é um deles. O veto do futebol inglês afeta diretamente a convocação de Tite.

Com o veto, a Seleção Brasileira deve contar com a ausência de seis jogadores, dos 23 convocados para as próximas três partidas das eliminatórias. A decisão da Premier League também pode afetar alguns times brasileiros, que podem ter jogadores convocados para defender a seleção.

Confira a lista de jogadores do futebol inglês que estão presentes na convocação da Seleção Brasileira:

  • Thiago Silva (Chelsea);

  • Richarlison (Everton);

  • Raphinha (Leeds United);

  • Ederson, Gabriel Jesus (Manchester City);

  • Fred (Manchester United).

Além do futebol inglês, a LaLiga (organizadora do Campeonato Espanhol) também apoiou a decisão dos clubes do campeonato em não liberar os jogadores convocados para disputar as Eliminatórias da Copa do Mundo, na América do Sul.

"A associação espanhola entende que o calendário mundial não pode e não deve ser modificado desta forma, especialmente quando existem soluções alternativas (...) A LaLiga, através da World Leagues Forum, já manifestou o seu desconforto nesta situação e na ausência de sensibilidade para com os clubes", diz o comunicado.

E A FIFA?

De acordo com o regulamento da FIFA, os clubes são obrigados a liberar os jogadores para suas respectivas seleções para dadas oficiais (Eliminatórias, Copa do Mundo).

Mas por conta da pandemia da Covid-19, a Comissão de Ética da entidade abriu uma série de exceções por razoes sanitárias, como a quarentena após o retorno dos jogadores de suas seleções. Portanto as equipes tem uma certa liberdade para definir questões de liberação.