Esporte na Tela

Real Madrid promete processar presidente da La Liga

O clube espanhol deve entrar na justiça contra o presidente do torneio após liga fazer acordo com fundo de investimento que cede por 50 anos os direitos econômicos dos times
Foto: EFE/World Football Summit Javier Tebas, presidente da La Liga
Javier Tebas, presidente da La Liga

O Real Madrid continua em atrito com a La Liga, desde a idealização da Superliga Europeia. O clube, esta terça-feira, anunciou que vai entrar com um processo na justiça contra a competição. A declaração veio após a competição entrar em acordo com um fundo de investimento, cedendo os direitos comerciais das equipes por 50 anos.

Por meio de um comunicado oficial, o clube declarou que "o Conselho de Administração concordou, por unanimidade, entrar com ações judiciais, civis e criminais" contra Tebas e Javier de Jaime Guijarro, responsável pelo fundo CVC Capital Partners.

O presidente da competição, Javier Tebas, comentou por meio de suas redes sociais a atitude dos merengues. Tebas ironizou o comunicado e ameaçou diretamente o presidente do clube, Florentino Pérez.

O método ameaçador que FP (Florentino Pérez) vem usando em privado há anos está agora passando para o público. Clubes e instituições têm apoiado suas ameaças há anos. Desde 2015 contra a venda centralizada, os constantes desafios dos convênios, a Superliga... O Real Madrid merece mais

Além do Real Madrid, o Barcelona também se manifestou contrario a decisão da La Liga sobre a venda dos direitos econômicos dos clubes. O fundo em questão injetou cerca de 2,7 bilhões de euros na La Liga e recebe 11% dos lucros da competição, com a criação de uma empresa que vai receber os patrocínios, licenças, tecnologia e a LaLiga Business School.

Essa é a primeira vez que uma liga nacional vende uma participação para investidores.