Esporte na Tela

Federação Colombiana solicita suspenção da arbitragem por erro crítico no jogo

Os colombianos afirmaram que a arbitragem prejudicou a partida, e que os árbitros foram ‘omissos’ influenciando o jogo
Foto: EFE/EPA/MARIO CRUZ Néstor Pitana foi o árbitro na vitória do Brasil contra a Colômbia
Néstor Pitana foi o árbitro na vitória do Brasil contra a Colômbia

Na manhã desta quinta-feira a Federação Colombiana de Futebol solicitou oficialmente à Conmebol a suspenção de todo o quadro de arbitragem que apitou a partida entre Colômbia e Brasil pela Copa América na última quarta-feira. A petição já foi recebida pela entidade e está em análise pela Comissão Disciplinar.

A Federação colombiana afirma que o resultado da partida teve interferência direta da arbitragem. O lance questionado pelos colombianos é o gol de Roberto Firmino, onde ainda no inicio da jogada, Neymar tentou fazer um passe, mas a bola bateu no arbitro de campo, Nestor Pitana e voltou para o meia Lucas Paquetá. A Federação Colombiana afirmou que o lance interferiu diretamente pois, caso a bola não tivesse batido no árbitro, chegaria em um jogador colombiano, consequentemente, não resultaria no gol brasileiro.

O lance foi muito questionado pelos jogadores colombianos em campo, que pediram pela anulação do gol. O VAR fez a revisão, que durou cerca de oito minutos, e configurou a jogada como legal e validou o gol. O treinador da seleção colombiana, Reinaldo Rueda, após a partida afirmou que o arbitro ‘distraiu os jogadores’.

A Conmebol, após a partida, divulgou um vídeo da análise de VAR do gol brasileiro, em que considera não ter havido erro. O lance não foi visto como irregular e que o rebote no árbitro a favor da seleção brasileira não implicou "ataque promissor".

Alguns jornais argentinos criticaram a decisão da arbitragem. O jornal argentino “Diário Olé” afirmou em postagens em uma rede social que "VAR-sil voltou", fazendo uma alusão sobre uma possível ajuda do VAR à seleção brasileira. Fora o lance do primeiro gol brasileiro, os 10 minutos de acréscimo que o arbitro deu no segundo tempo também levantou críticas.

A equipe completa de arbitragem foi formada por:

  • Árbitro: Nestor Pitana, da Argentina.

  • Auxiliares: Jose Antelo, da Bolívia, e Ezequiel Brailovsky, da Argentina.

  • Quarto árbitro: Leodan Gonzalez, do Uruguai.

  • VAR: Mauro Vigliano, da Argentina.

A Colômbia já disputou todas as partidas da fase de grupos da Copa América. A seleção espera a definição das próximas partidas do grupo para conhecer o chaveamento das oitavas de final do torneio. A seleção brasileira entra em campo no próximo domingo frente ao Equador, no Estádio Olímpico de Goiânia, às 18h.