Esporte na Tela

Estados Unidos se classificam para a semifinal das Olímpiadas, sobre a Holanda

A disputa, no tempo regulamentar, terminou empatada em 2 a 2 e as norte-americanas venceram nos pênaltis por 4 a 2
Foto: Reprodução/@USWNT Norte-americanas comemorando o gol frente a Holanda
Norte-americanas comemorando o gol frente a Holanda

Na reedição da final da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2019, ente Holanda e Estados Unidos, as norte-americanas levaram a melhor mais uma vez. Com uma atuação espetacular de Naeher, defendendo dois pênaltis, os EUA vão enfrentar o Canadá na semifinal da competição.

O primeiro tempo foi bem movimentado dos dois lados. Os Estados Unidos foram os primeiros que partiram para o ataque, mas as Holandesas, em um contra-ataque, e abriram o placar aos 18 minutos. A zaga norte-americana afasta uma bola na área, ela acaba caindo no pé de Miedema que teve espaço para ajeitar o corpo, bateu e marcou com tranquilidade.

Os EUA partiram pra cima, mesmo atrás no placar, e chegara à virada aos 28 minutos. Williams, em uma bela jogada do lado direito, levanta para a Sam Mewis. A meia ganha de cabeça e empata a partida. As norte-americanas continuaram com a pressão e, dois minutos depois, Van der Gragt afasta uma bola levantada na área e, mais uma vez, a bola sobra limpa para Williams soltar o chute no canto do gol e virar a partida.

No segundo tempo as holandesas tentaram manter um pressão nos primeiros minutos. Aos oito minutos, Miedema recebeu uma bola na entrada da área e vira com um chute a meia distância. A bola foi no cantinho, sem chance para a goleira Naeher. A Holanda quase virou o placar, após Martens ser derrubada na área por O’Hara. Na batida a estrela da goleira norte-americana acerta o canto e defende o gol da virada.

A partida seguiu para a prorrogação e os EUA foi superior e conseguiu balançar as redes duas vezes, mas os dois gols foram anulados por conta de posição irregular, com a atacante Morgan.

Nos pênaltis a estrela da goleira Naeher brilhou mais uma vez na partida defendendo as cobranças de Miedema e Nouwen. As americanas converteram quatro das cinco batidas e conquistaram a classificação para a semifinal. As norte-americanas agora vão em busca da defesa do título e encaram o Canadá na próxima fase. O confronto que será realizado na próxima segunda-feira, às 5h (de Brasília), em Kashima.