Esporte na Tela

Com show de Marta, Seleção Feminina abre com vitória as Olímpiadas de Tóquio

As brasileiras golearam as chinesas pelo placar de 5 a 0 na manhã desta quarta-feira
Foto: Sam Robles/CBF Brasil e China se enfrentaram pela rodada de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 [Andressa Alves]
Brasil e China se enfrentaram pela rodada de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 [Andressa Alves]

O Brasil teve um primeiro tempo praticamente perfeito, anulando todas as jogadas chinesas e impondo pressão em todos os setores do campo. O trio Marta, Debinha e Bia Zaneratto não deu sossego em momento nenhum para a defesa chinesa em todos os 90 minutos. Com dois gols de marta, a camisa 10 se torna a primeira jogadora a marcar em cinco edições dos Jogos Olímpicos e está a dois gols de igualar a atacante Cristiane, maior artilheira do torneio.

Foto: Sam Robles/CBFMarta está próxima de igualar a marca de Cristiane como maior artilheira das Olímpiadas
Marta está próxima de igualar a marca de Cristiane como maior artilheira das Olímpiadas

No primeiro tempo a China tentou sair para o ataque, mas o sistema defensivo da treinadora Pia Sundhage exalou confiança e não sofreu para anular as jogadas chinesas. No contra-ataque, aos oito minutos, Debinha carimba o travessão, a bola sobra em Marta que finaliza com categoria para a abrir o placar. Aos 21 minutos foi a vez de Bia Zaneratto arriscar de longe, a goleira defendeu, mas deu o rebote, e na sequencia Debinha ampliou o placar.

A defesa brasileira voltou um pouco mais desligada no segundo tempo. As chinesas tentaram se aproveitar da situação, mas a goleira Bárbara, em ótima atuação, parou os ataques chineses a queima roupa em três oportunidades e recompôs o sistema defensivo. A melhor oportunidade chinesa foi aos 21, com Zhang Xin, recebendo sozinha na área, mas a goleira Bárbara espalma o chute cruzado.

Depois de acordar no segundo tempo as brasileiras voltaram ao controle do jogo. Aos 28 minutos, Marta mais uma vez balança as redes, após recuperar uma bola e chutar no canto esquerdo da goleira Peng Shimeng.

Andressa Alves, que entrou no decorrer do segundo tempo no lugar de Duda, sofre pênalti em um corte atrapalhado da defesa chinesa. A própria meia bateu a penalidade e chuta rasteiro no canto da goleira que, mesmo se esticando, não alcançou a bola.

O último gol saiu dos pés da atacante Bia Zaneratto. Debinha rouba uma bola na defesa chinesa, e cruza na medida para Bia Zaneratto que desviou a bola com um toque sutil e fechar a goleada brasileira. A vitória por 5 a 0 foi a melhor estreia da Seleção Feminina no evento, igualado ao 5 a 0 sobre Camarões nas Olímpiadas de 2012, em Londres.

A próxima partida da Seleção Femina nos Jogos Olímpicos será neste sábado, às 8h (horário de Brasília), frente a Holanda. A China vai enfrentar a Zâmbia, também no sábado, às 5h (horário de Brasília).