Esporte na Tela

Clubes comunicam a CBF que não vão liberar jogadores para seleção olímpica

Real Madrid, Flamengo e Olympique de Marselha não pretendem liberar jogadores para disputar as olímpiadas
Foto: Lucas Figueiredo/CBF André Jardine, treinador da Seleção Olímpica Masculina de Futebol
André Jardine, treinador da Seleção Olímpica Masculina de Futebol

Nessa quarta-feira, o Real Madrid informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que não pretende liberar o atacante Rodrygo para integrar a Seleção Olímpica. A equipe espanhola quer jovem atacante treinando com o elenco desde o início da pré-temporada. Com a notícia, o treinador André Jardine e o auxiliar Branco vão em busca de outras opções para completar a lista olímpica.

Gerson também é uma incertesa na lista de atletas que deve integrar a deleção brasileira em Tóquio, já que o meia estar em negociação com o Olympique de Marselha. Já o atacante Pedro, de acordo com o Flamengo, também não será liberado para disputar a competição. A diretoria rubro-negra entende que não faz sentido abrir mão de mais um jogador do setor ofensivo, já que vai ficar muito tempo sem Gabigol e Everton Riberio que estão com a Seleção Principal na Copa América.

Neymar e Marquinhos, do PSG, também figuraram entre os atletas da pré-lista convocatória, mas a equipe francesa deve seguir o mesmo sentido do Flamengo, e até o momento não comunicou a liberação dos atletas. O goleiro Weverton, do Palmeiras, também figurou entre os nomes da primeira lista, mas o clube paulista não deve liberar o jogador por mais tempo com a seleção, após a volta dele da Copa América.

A convocação final para as Olímpiadas de Tóquio, com 18 nomes, deve ser divulgada até o final dessa quinta-feira (17). Dentre os convocados, apenas 3 jogadores podem passar da idade limite, de 24 anos.