Esporte na Tela

Chelsea pode liberar até R$ 1 bilhão por Haaland, segundo jornal inglês

O dono do clube, o russo Roman Abramovich, trata a contração do atleta com prioridade e abriu os cofres do time para a contratação
Foto: AFP Haaland, atacante do Dortmund
Haaland, atacante do Dortmund

O bilionário russo e dono do Chelsea, Roman Arkadyevich Abramovich, liberou 150 milhões de libras (cerca de R$ 1 bilhão) para a contratação do centroavante do Borussia Dourtmond Erling Haaland. A informação é do jornal britânico Bild, mas para a contratação do camisa 9, segundo o tabloide, o clube pode se desfazer de outros três jovens do clube para fechar a negociação.

Callum Hudson-Odoi, Tammy Abraham e Ziyech não foram muito utilizados pelo treinador Thomas Tuchel, e devem ser negociados na janela de transferências. A venda dos três jogadores, de acordo com o Bild, pode render até 106 milhões de libras (cerca de R$ 653 milhões) aos cofres dos Blues.

Além do trio, o atacante francês Giroud está na mira do Milan e pode ser um dos que podem dar adeus ao clube londrino nesta janela de transferências. O grande problema, no entanto, é que o clube alemão não quer liberar seu camisa 9, com contrato válido até 2024.

A oferta de 150 milhões de libras, ao que indica o pensamento do dono do Chelsea, pode balançar o clube alemão. Além dos Blues, outros gigantes europeus também estão na briga pelo atacante como o Real Madrid e o PSG.