Esporte na Tela

Chefe de Tóquio 2020 não descarta o cancelamento do evento de última hora

Toshiro Moto segue pensando na possibilidade de impedir os Jogos Olímpicos por conta do avanço da Covid-19
Foto: ISSEI KATO Toshiro Muto disse estar atento ao número de casos de covid-19 às vésperas do evento
Toshiro Muto disse estar atento ao número de casos de covid-19 às vésperas do evento

O avanço na pandemia do Covid-19 continua preocupando o comité organizador de Tóquio 2020. O chefe do comitê organizador, Toshiro Moro, não descartou o cancelamento dos Jogos Olímpicos ‘em cima da hora’ por conta do vírus. Até o momento, a abertura do evento está marcada para começar na próxima sexta-feira (23).

A questão do cancelamento do torneio veio após o presidente ser questionado em uma entrevista coletiva concedida na última segunda-feira. O chefe do comité afirmou que vai ficar atento aos números de infectado e vai continuar em contato com os organizadores caso ‘seja necessário’.

"Nós concordamos que vamos convocar conversas entre cinco partes novamente. Nesse momento, os casos de coronavírus podem aumentar ou diminuir, então vamos pensar sobre o que devemos fazer quando a situação surgir", afirmou o chefe do Comité Organizador de Tóquio 2020.

O número de infectados em Tóquio ainda preocupa as autoridades de saúde do País. O evento de abertura e os jogos serão realizados sem público ou com público mínimo para diminuir o risco de contagio da Covid. Na última segunda-feira foram diagnosticados 727 novos casos de infecção pelo vírus.