temporada 2017

Presidente do River prega cautela sobre 2017: “Ficamos com muitos débitos”

Presidente Elizeu Aguiar prega cautela para a temporada 2017. Dentre as equipes que vão disputar o campeonato piauiense de 2017, o River é uma das que demonstra menor movimentação.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016 às 15:07

atualizado em 28 de outubro de 2016 às 15:07

Elizeu Aguiar, presidente do River. (Foto: River AC/Divulgação).

A temporada dentro de campo acabou para o River em setembro, mas fora dele muita coisa ainda está sendo resolvida. As dificuldades financeiras são muitas a diretoria não esconde e aos poucos vem tentando resolver essas dívidas. De acordo com o presidente, Elizeu Aguiar, foi um ano que serviu de lição e por conta disso o planejamento para 2017 prega cautela.

Entre as equipes que vão disputar o Campeonato Piauiense de 2017 o River é uma das que demonstra menor movimentação. Segundo a diretoria o trabalho está sendo feito em silêncio e o foco por enquanto é sanar as dívidas do clube.

– Além de ter esse paralelo com relação à escolha do grupo e do treinador que vai vir existe o planejamento financeiro que a gente tem que organizar. Nós ficamos com muitos débitos depois da competição e precisamos sanar e começamos a fazer isso de forma bem responsável, bem madura e no paralelo estamos tendo as conversas com relação as contratações que em primeiro lugar sem pular etapas seria o treinador -, resumiu Elizeu Aguiar.

O River precisou fazer um acordo junto a Procuradoria do Trabalho com os atletas que vestiram a camisa do clube até o final da temporada. Um total de 27 atletas em que o valor em debito foi dividido em quatro vezes, uma dessas parcelas já foi paga, ainda no mês de outubro a última vence no dia 30 de dezembro desse ano.

Os nomes que estavam na comissão técnica do clube como, Rômulo Santiago e Leonardo Silva (preparadores físicos), Deoclécio Neto e Wellington Teles (preparadores de goleiros), Nevaldo Oliveira (roupeiro), Tiago Neri (fisioterapeuta), Neto Amâncio (massagista) estão na lista de funcionários com dois meses e meio de salários em atraso.

Entre os atletas que não receberam está o goleiro Naylson que se desligou do Galo no dia 31 de agosto. De lá para cá muitos prazos de pagamento que segundo o jogador não foram cumpridos.

– Elizeu fez vários acordos comigo desde o dia 30 de agosto, em que fizemos um acordo bom para o River que foi somente a metade do valor e ele não cumpriu, não dá forma que foi combinado, ele (Elizeu) faz acordo mais quer pagar como quer. Todos nós que jogamos pelo River somos país de família e temos contas para pagar. -, lamentou Naylson.

O River tem pouco tempo para organizar a casa e iniciar a temporada 2017, em que o time tem no calendário o Campeonato Piauiense, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D.

Por Pâmella Maranhão.

Fonte: 5esportes.com

Leia também

Comentários (0)

postar comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*