Doping

Advogado diz que Jon Jones tomou suplemento contaminado

Procurador garante que substâncias proibidas foram encontradas em produto não etiquetado; lutador se manifesta: "Conquistei cada parte do meu sucesso"

terça-feira, 25 de outubro de 2016 às 11:20

atualizado em 25 de outubro de 2016 às 11:20

Fonte: Internet/divulgação

Ao que parece, Jon Jones pode retornar ao octógono bem antes do esperado. Flagrado em um exame antidoping em julho passado às vésperas do seu duelo contra Daniel Cormier, em luta que valia a unificação do título dos meio-pesados (93 kg) do UFC, ‘Bones’ está suspenso temporariamente enquanto aguarda o seu julgamento e vem negando veemente as acusações contra sua pessoa. E pelo visto, o atleta pode estar certo dessa vez.

Em entrevista no programa ‘The Luke Thomas Show’, o advogado do lutador, Howard Jacobs garantiu que as substâncias encontradas no exame de Jones são provenientes de um produto adulterado. De acordo com o jurista, testes aplicados no suplemento, inclusive pela USADA (agência americana de controle antidopagem), apontam que ele estava contaminado.

“Nós conseguimos estabelecer a fonte das substâncias proibidas. Elas vieram de um produto que o Jon tomou e que não listava nenhuma dessas substâncias. Nós testamos e o produto estava contaminado com as duas substâncias. Eu sei que a USADA também testou o produto de forma independente e o resultado que eles tiveram confirma o que achamos. Acho que isso pode levar a redução significativa da pena”, declarou.

Ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, Bones é considerado um dos maiores lutadores da história do Ultimate. Com apenas 28 anos de idade, o americano coleciona na carreira um cartel com 22 vitórias e somente uma derrota.

Fonte: Uol Esporte

Leia também

Comentários (0)

postar comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*