Pé no chão

Cuca não quer saber de favoritismo no Palmeiras e impõe “medinho” em atletas

Técnico prega cautela entre os atletas. "O futebol é muito dinâmico. Ele aplica surpresas e se você não estiver preparado, passa vergonha".

segunda-feira, 7 de novembro de 2016 às 16:00

atualizado em 7 de novembro de 2016 às 16:00

Técnico Cuca. (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Xô favoritismo. O técnico Cuca não quer saber de clima de “é campeão” antes da hora no Palmeiras. Com apenas quatro jogos pela frente, o treinador do líder do campeonato prega cautela e espera que os jogadores sintam o “medinho” de que podem perder o troféu se não mantiverem a concentração.

“[O Palmeiras] não é campeão. O futebol é muito dinâmico. Ele aplica surpresas. E se você não estiver preparado, passa vergonha. Vejo o Tristão [Garcia, matemático] dizendo toda hora que temos 90% de chances de conquistar este título. Eu queria ver isso, porque não consigo. O que passo para os jogadores é esse medinho, que é ótimo ter”, disse.

Últimas rodadas do Brasileirão

Cuca terá dez dias para administrar a ansiedade dos jogadores. O Brasileirão será paralisado para a disputa das Eliminatórias à Copa do Mundo de 2018, o que fará o Palmeiras voltar a campo só no dia 17. O próximo jogo será contra o Atlético-MG, atual quarto colocado, no estádio Independência.

O intervalo entre a vitória por 1 a 0 contra o Inter, obtida no domingo, e o duelo com o Galo fez Cuca dar dois dias de folga para o elenco palmeirense. As atividades só serão retomadas na quarta-feira, quando o time trabalhará em dois períodos.

Para Cuca, a meta do Palmeiras será apresentar um desempenho acima da média para evitar eventuais tropeços em Belo Horizonte. O time precisa só de duas vitórias e um empate para garantir o título do Brasileirão.

“Teremos que fazer um jogo decisivo e apresentar uma atuação ainda melhor do que aquela vista contra o Santos [derrota por 1 a 0, na Vila Belmiro] para conseguir o resultado. E depois temos uma sequência em casa. Podemos, com isso, selar o nosso objetivo sem precisar do último jogo”, afirmou o treinador.

Fonte: Gazeta Esportiva

Leia também

Comentários (0)

postar comentário
Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*